The Walk (2015)

walkTítulo original: The Walk
Título nacional: A Travessia
Gênero: Drama, Biografia, Aventura
Duração: 123 min
Ano de lançamento: 2015
Diretor: Robert Zemeckis
Roteiristas: Robert Zemeckis, Christopher Browne
Elenco: Joseph Gordon-Levitt, Charlotte Le Bon, Guillaume Baillargeon
Sinopse oficial: Doze pessoas caminharam na lua. Apenas uma pessoa caminhou, e caminhará, pelo imenso vão entre as Torres Gêmeas do World Trade Center. Philippe Petit (Joseph Gordon-Levitt), guiado pelo seu mentor de vida, Papa Rudy (Ben Kingsley), e ajudado por um improvável grupo internacional de recrutas, supera todas as probabilidades, traições, discussões e incontáveis adversidades para executar seu plano maluco.

IMDb | Rotten Tomatoes | Filmow

Ao observar o pôster de “A Travessia”, a primeira pergunta que vem a mente é “Por quê?”. O que leva um individuo a se submeter voluntariamente a uma atividade tão arriscada? Essa pergunta é o eixo norteador do novo filme de Robert Zemeckis, que tenta responde-la usando não apenas palavras, mas também recursos visuais extremamente inovadores.

O filme narra a jornada do equilibrista francês Philippe Petit (Joseph Gordon Levitt) em busca da realização da proeza artística do século: atravessar as torres gêmeas utilizando uma corda bamba. Desde o inicio, o jovem se mostra um personagem imperfeito, mas fascinante. Um artista autodidata, que nunca teve os pais como grandes apoiadores. A inspiração surge em um dia como outro qualquer, enquanto Philippe foleia uma revista no consultório médico e vê um anuncio sobre o mais novo edifico dos EUA. A grandiosidade das recém construídas torres gêmeas, em Nova York, parecem convidá-lo a testar seus limites e viver uma experiência única. Chamado que rapidamente se torna um sonho que o jovem se vê determinado a realizar.

Outro aspecto fascinante do personagem é o esforço do mesmo para manter a morte afastada de seus pensamentos. Ao contrário do que possa parecer, a iniciativa de Philippe sempre foi uma questão de vida, como ele mesmo faz questão de reafirmar constantemente. Ao testemunhar sua aventura, fica clara à coerência da ideia de valorizar a vida quando se está tão próximo da morte.

O apelo universal da situação do equilibrista está no anseio de alcançar objetivos, por mais inusitados ou insanos que pareçam. Philippe encontra apoiadores incondicionais ao longo do processo, que o ajudam a preparar o aparato necessário para que a “proeza artística do século” não se torne o “desastre artístico do século”.

Além de tudo, o filme ainda presta uma bela homenagem às torres gêmeas. Existe uma preocupação especial em mostrar como o evento atribuiu novo significado a construção e ajudou a população de Nova York a encará-la com outros olhos.

O roteiro de Robert Zemeckis alcança seu objetivo de contar uma história relativamente notória tornando-a interessante e envolvente. Estruturalmente impecável, ele constrói uma expectativa que é totalmente atendida no maravilhoso terceiro ato. O diretor abusa dos ângulos subjetivos, que têm um significado especial quando se trata de um equilibrista atravessando as torres gêmeas.

Joseph Gordon Levitt encarna o equilibrista com propriedade. É preciso reconhecer a dedicação do ator, que no primeiro momento causa certa estranheza com o carregado sotaque francês, mas se mostra mais confiante ao longo do filme. A escolha do diretor de recorrer a narração do personagem contribuiu para a criação de uma atmosfera de conto de fadas diante da qual é impossível não se emocionar.

“A Travessia” é uma das experiências cinematográficas mais surpreendentes do ano. Com seu estilo crowdpleaser, deve crescer ao longo da temporada e conquistar admiradores fieis.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: