ARTISTAS INDEPENDENTES CRIAM CARTAZES PARA “JOHN WICK 3 – PARABELLUM”

Longa estrelado Keanu Reeves chega aos cinemas dia 16

O longa “John Wick – Parabellum”, produzido pela Lionsgate, ganhou cartazes especiais produzidos por oito artistas independentes. Em comum, os trabalhos reúnem referências da cultura pop e desenhos psicodélicos de Wick, seu cão, e outros personagens da trama. Continuar lendo “ARTISTAS INDEPENDENTES CRIAM CARTAZES PARA “JOHN WICK 3 – PARABELLUM””

Anúncios

CRÍTICA: “POKÉMON: DETETIVE PIKACHU” (2019) – DIVERSÃO ESTÉRIL E NOSTÁLGICA

É um erro achar que filmes voltados para o público infantil devam ser avaliados de maneira diferente dos demais. A recepção do público alvo deve ser levada em consideração, mas não se pode deixar perder de vista a qualidade geral da obra. É claro que uma criança, quando vai ao cinema, não se importa com questão técnicas e estruturais, e sim com enredo e os acontecimentos encenados. Mas é como diz o ditado: criança que cresce com Pixar é mais feliz do que criança que cresce com “Detetive Pikachu”. Continuar lendo “CRÍTICA: “POKÉMON: DETETIVE PIKACHU” (2019) – DIVERSÃO ESTÉRIL E NOSTÁLGICA”

CRÍTICA: “VINGADORES: ULTIMATO” (2019) – UM FILME HISTÓRICO

O texto não possui spoilers. 

Na maioria das vezes, é difícil posicionar um filme na história do Cinema e medir seu impacto na sociedade sem o tão necessário distanciamento histórico. Mesmo aqueles primores em qualidade de enredo e estrutura não possuem garantia de ficarem marcados como clássicos definidores de uma era. Entretanto, alguns casos são tão evidentes, devido às inovações no modelo de produção da indústria e no impacto causado na cultura pop, que não há escolha a não ser afirmar que são marcados em uma época. “Vingadores: Ultimato”, resultado de onze anos de um competente desenvolvimento de personagens que é responsável por trazer os quadrinhos de super-heróis de volta ao main stream, é o ponto de culminação do, talvez, maior fenômeno da cultura pop desde Star Wars. E sim, é também um excelente filme.

Continuar lendo “CRÍTICA: “VINGADORES: ULTIMATO” (2019) – UM FILME HISTÓRICO”

CRÍTICA: CAPITÃ MARVEL (2019)

O Cinema e as demais artes têm, por meio de suas obras, a função de – também – representar a realidade social e política de um determinado ponto no espaço tempo. Engana-se quem pensa que apenas os filmes mais filosóficos ou complexos, ditos “de arte” (expressão pedante dos cinéfilos de boina) exercem essa importante função. A recepção dos blackbusters, filmes cuja produção é mais voltada para o mercado, é um ótimo indicativo de como pensa um povo.  “Capitã Marvel”, novo filme do MCU, antes mesmo do apagar das luzes da sala do cinema, mostra que estamos cercados por idiotas.

Continuar lendo “CRÍTICA: CAPITÃ MARVEL (2019)”

CRÍTICA: GREEN BOOK (2018)

Em qualquer forma de narração, o ponto de vista é fundamental para o sucesso ou não da história. Esse ponto de vista é nada mais do que o narrador, o filtro que transmite os acontecimentos para o espectador. No cinema, a questão do narrador é mais complexa pois funciona em dois níveis, a narração de uma personagem, protagonista ou não, e a narração da câmera, responsabilidade dos diretores e das pessoas que trabalham nos bastidores. Em outras palavras, podemos entender que há, no cinema, uma narração diegética e uma narração extra-diegética. “Green Book”, filme dirigido por Peter Farrelly, é um ótimo exemplo para mostrar como a escolha do narrador pode afetar, positiva ou negativamente, a história como um todo.

Continuar lendo “CRÍTICA: GREEN BOOK (2018)”

CRÍTICA: NASCE UMA ESTRELA (2018)

“A Star Is Born” (Nasce Uma Estrela, 2017), primeiro filme de Bradley Cooper como diretor, conta a história do músico de country Jack (Cooper), que conhece Ally (Lady Gaga) em uma performance musical amadora em um bar qualquer. Jack vê em Ally uma estrela em potencial. Dessa dinâmica, os roteiristas Eric Roth e o próprio Bradley Cooper tentam contar uma história de ascensão e declínio profissional, porém a ideia acaba sendo melhor do que o resultado.

Continuar lendo “CRÍTICA: NASCE UMA ESTRELA (2018)”