SÉRIE: LOVE, DEATH & ROBOTS (2019 – )

Futuros distópicos, viagens intergalácticas, tecnologias absurdamente avançadas, realidades alternativas e várias reflexões sobre o comportamento humano em relação ao mundo que o cerca. Tudo isso faz parte da ficção científica, um gênero tão abrangente que criou uma diversidade rica de subgêneros explorando os mais diversos temas e conceitos. “Love, Death & Robots”, uma das surpresas mais agradáveis da Netflix, chega com o intuito de aproveitar ao máximo toda essa diversidade. Continuar lendo “SÉRIE: LOVE, DEATH & ROBOTS (2019 – )”

Anúncios

CRÍTICA: ROMA (2018)

O público mais popular de cinema tem a ilusão de que para uma história ser boa ela precisa ter muitos acontecimentos incríveis e situações inimagináveis. No entanto, muito pode ser dito em filmes que contam apenas um trecho da vida simples de uma ou mais pessoas e partir disso serem criadas grandes obras de arte. A maior prova disso foi o destaque que “Roma”, filme mexicano lançado em streaming pela Netflix, ganhou nos meios cinematográficos mais tradicionais.

Continuar lendo “CRÍTICA: ROMA (2018)”

HERÓIS DOS QUADRINHOS: JEREY SIEGEL E JOE SHUSTER

Desde o tempo das cavernas, a humanidade expressa suas histórias por meio de desenhos. De hieróglifos e pinturas rupestres, passando pelo escudo de Aquiles e tapeçarias, até chegarmos, no final do século XIX, às histórias em quadrinhos que conhecemos hoje. A arte sequencial sempre foi importante para espalhar os mitos e narrativas fantásticas. Nessa série de textos, iremos explorar a vida e obra daqueles que foram responsáveis por reviver o arquétipo heroico grego com os Super-Heróis. Portanto, nada mais justo que começar do início: os criadores do Superman. Continuar lendo “HERÓIS DOS QUADRINHOS: JEREY SIEGEL E JOE SHUSTER”

CRÍTICA: VICE (2018)

A grande dificuldade em se fazer filmes biográficos reside no fato de que, na maioria das vezes, a vida real não é tão interessante quando a ficção, ainda mais quando a pessoa escolhida é alguém extremante sem carisma como o ex-vice-presidente dos EUA Dick Cheney. No entanto, até a mais monótona das histórias pode se tornar interessante e divertida nas mãos de quem sabe conta-las. Continuar lendo “CRÍTICA: VICE (2018)”

CRÍTICA: ALITA: ANJO DE COMBATE (2019)

Adaptações cinematográficas de obras japonesas feitas pelo ocidente sempre são alvo de muita polêmica. A maioria dos casos são desastrosos, como “Dragon Ball Evolution” de 2009 e “Death Note” de 2017, fazendo com que público fique com um pé atrás toda vez que algo do gênero é anunciado. No entanto, James Cameron, um dos cineastas mais bem sucedidos de Hollywood, resolveu assumir a produção da versão cinematográfica de “Gunnm”, mangá de Yukito Kishiro lançado em 1990, tentando quebrar esse estigma.

Continuar lendo “CRÍTICA: ALITA: ANJO DE COMBATE (2019)”

CRÍTICA: PANTERA NEGRA (2018)

Uma das grandes surpresas das indicações para o Oscar de 2019 foi “Pantera Negra”. Pela primeira vez, um filme baseado em um super-herói de quadrinhos não se limitou apenas às categorias técnicas e foi indicado ao prêmio de Melhor Filme. Além de ser um marco importante para a união Marvel-Disney, o fato de o elenco ser majoritariamente composto por atores negros, uma novidade no mundo das adaptações de quadrinhos, tornou essa indicação ainda mais histórica. Continuar lendo “CRÍTICA: PANTERA NEGRA (2018)”