DON’T BREATHE (2016)

Esperava do responsável pelo recente remake de “Evil Dead” um terror marcado pelo abuso de violência explicita e banhos de sangue. No entanto, “O Homem nas Trevas” (Don’t Breathe, 2016), novo longa de Fede Alvarez, deixa claro que sua principal característica é, na verdade, um pleno domínio de construção do suspense.

Continuar lendo “DON’T BREATHE (2016)”

Anúncios

LIGHTS OUT (2016)

Lançado em 2013, o curta-metragem “Lights Out” chamou atenção pela simplicidade do enredo e pela impressionante capacidade de assustar.  Nele, o medo do escuro, outrora subestimado e considerado infantil, é tratado com a maturidade que merece. Chega aos cinemas essa semana sua adaptação cinematográfica, cujo desafios eram ampliar o alcance e contextualizar melhor o material de origem.

Continuar lendo “LIGHTS OUT (2016)”

THE DO-OVER (2016)

Netflix: Casa de grandes produções originais, clássicos e bons filmes de modo geral. Também casa de algumas, digamos, obras de baixo valor e qualidade. E logo em seguida, no submundo do cinema, nono círculo do inferno, estão os filmes de Adam Sandler, ator cuja a piada mais engraçada é a própria carreira. Com o Netflix, o “piadista” possui um pacto para quatro produções, e das entranhas desse acordo, o anticristo veio à superfície mais uma vez com seu segundo filme: “The Do-Over” ou, aqui no Brasil, “Zerando a Vida”.

Continuar lendo “THE DO-OVER (2016)”

JULIETA (2016)

Bons diretores e roteiristas, às vezes, fazem maus filmes, isso é natural e Woody Allen está aí para não me deixar mentir. Pedro Almodóvar não é exceção à regra, o espanhol é excelente no que faz e possui obras primas em sua filmografia, como o recente “A Pele que Habito” (La Piel que Habito, 2011). Mas há também alguns deslizes, como foi seu último filme, “Amantes Passageiros” (Los Amantes Pasajeros, 2013), fracasso de público e crítica. E é em algum lugar entre essas duas categorias que se encontra “Julieta” (2016), o mais novo filme do diretor.

Continuar lendo “JULIETA (2016)”