CRÍTICA: ALITA: ANJO DE COMBATE (2019)

Adaptações cinematográficas de obras japonesas feitas pelo ocidente sempre são alvo de muita polêmica. A maioria dos casos são desastrosos, como “Dragon Ball Evolution” de 2009 e “Death Note” de 2017, fazendo com que público fique com um pé atrás toda vez que algo do gênero é anunciado. No entanto, James Cameron, um dos cineastas mais bem sucedidos de Hollywood, resolveu assumir a produção da versão cinematográfica de “Gunnm”, mangá de Yukito Kishiro lançado em 1990, tentando quebrar esse estigma.

Continuar lendo “CRÍTICA: ALITA: ANJO DE COMBATE (2019)”

Anúncios

CRÍTICA: ESCAPE ROOM (2019)

Zoe (Taylor Russell), Ben (Logan Miller) e Jason (Jay Ellis) são jovens que estão em momentos completamente diferentes de suas vidas. A primeira é uma garota prodígio que luta contra sua insegurança para se destacar na faculdade; o segundo tenta sem sucesso uma promoção no supermercado onde trabalha; e o último ocupa um alto cargo numa multinacional. Continuar lendo “CRÍTICA: ESCAPE ROOM (2019)”

CRÍTICA: COMO TREINAR O SEU DRAGÃO (2019)

Este texto contém spoilers

É bastante comum atrelar o gênero “animação” como algo voltado para o público infantil. Embora Hayao Miyazaki, Isao Takahata, Toshio Suzuki, Yasuyoshi Tokuma, entre outros, já tenham colocado esse emparelhamento em questão com seus filmes e mangás com teor para além do infantil, a animação continua, majoritariamente, sendo considerada pelos espectadores um gênero para crianças. Após assistir a filmes como Toy Story (1995 – ), Up (2009), Coraline (2009), nos parece imprudente corroborar com essa ideia. Como Treinar o seu Dragão 3 (How to Train Your Dragon: The Hidden World) não é um filme apenas para o público infantil. A forma em que o conteúdo temático é apresentado por Dean DeBlois exige de nós uma leitura profunda e admirada sobre as temáticas retratadas para diversos públicos.

Continuar lendo “CRÍTICA: COMO TREINAR O SEU DRAGÃO (2019)”