CRÍTICA: “VINGADORES: ULTIMATO” (2019) – UM FILME HISTÓRICO

O texto não possui spoilers. 

Na maioria das vezes, é difícil posicionar um filme na história do Cinema e medir seu impacto na sociedade sem o tão necessário distanciamento histórico. Mesmo aqueles primores em qualidade de enredo e estrutura não possuem garantia de ficarem marcados como clássicos definidores de uma era. Entretanto, alguns casos são tão evidentes, devido às inovações no modelo de produção da indústria e no impacto causado na cultura pop, que não há escolha a não ser afirmar que são marcados em uma época. “Vingadores: Ultimato”, resultado de onze anos de um competente desenvolvimento de personagens que é responsável por trazer os quadrinhos de super-heróis de volta ao main stream, é o ponto de culminação do, talvez, maior fenômeno da cultura pop desde Star Wars. E sim, é também um excelente filme.

Continuar lendo “CRÍTICA: “VINGADORES: ULTIMATO” (2019) – UM FILME HISTÓRICO”

Anúncios

CRÍTICA: CAPITÃ MARVEL (2019)

O Cinema e as demais artes têm, por meio de suas obras, a função de – também – representar a realidade social e política de um determinado ponto no espaço tempo. Engana-se quem pensa que apenas os filmes mais filosóficos ou complexos, ditos “de arte” (expressão pedante dos cinéfilos de boina) exercem essa importante função. A recepção dos blackbusters, filmes cuja produção é mais voltada para o mercado, é um ótimo indicativo de como pensa um povo.  “Capitã Marvel”, novo filme do MCU, antes mesmo do apagar das luzes da sala do cinema, mostra que estamos cercados por idiotas.

Continuar lendo “CRÍTICA: CAPITÃ MARVEL (2019)”