CRÍTICA: “POKÉMON: DETETIVE PIKACHU” (2019) – DIVERSÃO ESTÉRIL E NOSTÁLGICA

É um erro achar que filmes voltados para o público infantil devam ser avaliados de maneira diferente dos demais. A recepção do público alvo deve ser levada em consideração, mas não se pode deixar perder de vista a qualidade geral da obra. É claro que uma criança, quando vai ao cinema, não se importa com questão técnicas e estruturais, e sim com enredo e os acontecimentos encenados. Mas é como diz o ditado: criança que cresce com Pixar é mais feliz do que criança que cresce com “Detetive Pikachu”. Continuar lendo “CRÍTICA: “POKÉMON: DETETIVE PIKACHU” (2019) – DIVERSÃO ESTÉRIL E NOSTÁLGICA”

Anúncios